Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar

Cerveja artesanal: 7 dicas para investir na sua

PUBLICADO EM 22 de outubro de 2014

É apaixonado por cerveja? Que tal fazer dessa paixão um negócio de sucesso? O mercado de cerveja artesanal está em constante crescimento, e representa hoje 5% do mercado, com estimativa a dobrar o número de vendas nos próximos 5 anos.

O mercado de microcervejarias é consolidado em países da Europa e Estados Unidos, e a tendência é que o Brasil siga o mesmo caminho. A concentração maior de empresas deste segmento no País está nas regiões Sul e Sudeste, com destaque para Santa Catarina onde a Oktoberfest, em Blumenau, reserva um pavilhão inteiro só para cervejas artesanais. Eventos como esse, fortalecem a economia do setor e ajudam a consolidar o mercado.

Além de levar em consideração a demanda de mercado, lembre-se que você mergulhará fundo no estudo sobre o segmento. Não basta gostar de cerveja, tem que ter consciência de que muitos outros fatores estão envolvidos na abertura de um novo negócio.

sebrae_mercado_cerveja

Pesquisa de mercado, análise de concorrência, gestão financeira, legislação, maquinário. A lista é imensa e, se você quer que o negócio dê certo, tem que começar com os pés no chão. Ideia definida? Então veja algumas dicas que podem ajudar a colocá-la em prática!

1 – Consulte o plano diretor na prefeitura da sua cidade para verificar se é possível ou não a utilização de determinado imóvel para iniciar o negócio.

2 – Procure ajuda profissional, assim que possível, para a seleção e contratação de pessoas. Existem muitas agências especializadas neste tipo de atividade, que acabam ajudando a evitar muitas dores de cabeça e prejuízos para a empresa.

3 –  Organize-se! A melhor maneira de conduzir a negociação de preços e prazos com os clientes é mostrando organização e conhecimento sobre os processos e os custos de operação da fábrica. Tenha um controle rígido sobre entrada e saída de mercadoria, custos com matéria-prima, impostos e demais valores que devem ser calculados minuciosamente.

4 – Pesquise! Quanto mais precisa for a pesquisa a respeito das necessidades de investimento, menores as surpresas quanto à previsão financeira para iniciar o novo negócio, e isto evita inclusive a armadilha de afundar em dívidas por falha na programação financeira.

5 – Para descobrir o que pode agregar valor na relação com o cliente, fique atento aos detalhes e sempre que possível escute seus clientes para descobrir o “algo mais” que vai cativar a relação comercial.

6 – Fique de olho! O empresário deve ter em mente que é importantíssimo acompanhar e questionar constantemente o prestador de serviço de contabilidade.

7 – Não esqueça que higiene é absolutamente crucial. Na menor falha, bactérias e fungos irão dar gosto ruim em sua cerveja. Use um pulverizador com álcool, para esterilizar todo material e suas mãos, durante a produção de cervejas. Todo equipamento para produção de cervejas deve ser novo e de uso exclusivo. Use detergente neutro com o sanitizador (sem diluir) para lavar os equipamentos, em seguida enxágüe com bastante água corrente.

Também é necessário cuidado especial com a higenização das garrafas, para não contaminar sua cerveja com possíveis resíduos de seu fundo. Lave-as com água corrente, até que toda sujeira tenha saído. Olhe pelo gargalo e verifique se está bem limpo. Aqueça água até 90º C e esterilize-as (Nunca use água fervente, pois as garrafas podem estourar). Após esta lavagem deixe-as viradas de boca para baixo até secarem.

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!