Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar

Ideia de negócio: serviço de alimentos congelados

PUBLICADO EM 12 de agosto de 2015

O preparo de alimentos para consumo domiciliar e o comércio de alimentos estão entre as atividades mais promissoras desse ano de 2015.

Entretanto, antes de colocar a mão na massa, é essencial que se faça um estudo de mercado para saber exatamente o público que você quer atingir e como agradá-lo.

Como definir público e onde atuar

Nas últimas décadas, os alimentos congelados passaram a fazer mais parte da mesa das famílias brasileiras, principalmente entre as classes média e alta, e ainda mais em regiões onde as mulheres tem grande participação no mercado de trabalho. Os congelados viraram uma opção prática para quem não pode ou não quer dispor de tempo para preparar suas refeições, mas também não abre mão de alimentos saudáveis e saborosos.

Para entrar nessa nova empreitada você deve primeiramente definir o espaço em que irá atuar. Com tantas oportunidades na área, é importante que se faça uma boa análise de nichos e de público consumidor, que em geral, são solteiros e jovens casais. Outra opção lucrativa que proporciona vantagens de escala e custos menores de negociação é a produção de salgados e tortas para lanchonetes, bares e outros pontos.

alimentos_congelados

O setor alimentício deve seguir uma intensa regulamentação e fiscalização da Agência de Vigilância Sanitária. Portanto, as empresas devem se atentar aos rótulos de informações nutricionais, à temperatura dos congelados, que não deve ser superior a 18 graus negativos e sempre priorizar pela qualidade e questões de higiene de cada alimento.

O mercado de congelados, mesmo promissor, precisa investir na segmentação de mercado, buscar novos nichos e oferecer produtos diferenciados. Sendo assim, empresas do ramo, têm aderido cada vez mais à sustentabilidade como forma de gerar resultados positivos, nos aspectos econômicos, sociais e ambientais, tanto da marca quando da sociedade em que ela está inserida.

Gostou da ideia? O Sebrae criou alguns tópicos com o objetivo de dar uma visão geral de como um negócio se posiciona no mercado. O documento não substitui o seu plano de negócio, mas pode ser o seu ponto de partida. Clique aqui para baixar o arquivo.

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!