Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar

O segredo do sucesso – dica para chegar lá!

PUBLICADO EM 19 de setembro de 2014

Sucesso: [s.m.] Êxito, bom resultado. Entre os significados de sucesso o êxito é o mais procurado por empreendedores. Alguns chegam lá, outros desistem na metade do caminho e um terceiro grupo sequer tira a ideia do papel. Sucesso é algo relativo, a maioria das pessoas sonha com um emprego estável, um salário aceitável, um chefe legal. Nem todo mundo tem ambição e quer crescer o tempo todo. Mas entre os que querem ser grandes, ter empresas dignas de franchising e reconhecimento, o que difere os bem-sucedidos dos que não deram certo?

SEBRAE blog 140919 - O segredo do sucesso - dica para chegar lá!

A resposta a muito simples e todos os tópicos que poderiam ser levantados como iniciativa, perseverança, planejamento ou network se resumem a um único ponto: dedicação.

Há anos a ciência vem buscando entender o que difere grandes personalidades dos demais humanos, e a resposta é nada, absolutamente nada. Aquilo que costumamos chamar de “talento natural para liderança” ou “aptidão nata para os esportes” parece não ter nenhuma relação com o nosso DNA. Anders Ericsson, professor de psicologia da Universidade da Flórida que há 20 anos estuda por que algumas pessoas são mais bem-sucedidas do que outras diz “Não há nenhuma evidência de que exista uma causa genética para o sucesso ou o talento de alguém”. Ou seja, qualquer um tem potencial.

O fator que se mostrou diferenciado entre os grandes talentos e outras pessoas que não foram bem sucedidas foi o número de horas dedicadas a desenvolver habilidades. Quer brilhar muito na vida? Passe 10 mil horas praticando. Pelo menos, foi isso que os grandes especialistas de todas as áreas fizeram. Foi a esse número que o especialista em sucesso Anders Ericsson chegou depois de observar os grandes talentos das mais diversas áreas.

Em 1992, por exemplo, pesquisadores ingleses e alemães resolveram estudar pessoas talentosas para entender o que as diferenciava dos reles mortais. Para isso, investigaram pianistas profissionais e os compararam com pessoas que tinham apenas começado a estudar e logo desistido. O problema foi que os cientistas não conseguiram achar ninguém com habilidades sobrenaturais entre as 257 pessoas investigadas – todos eram igualmente dotados. A única diferença encontrada entre os dois grupos é que os pianistas fracassados tinham passado muito menos tempo estudando do que os bem-sucedidos. Quer dizer, não é que faltou talento para os amadores virarem mestres, faltou dedicação.

A questão a ser compreendida é por que algumas pessoas abrem mão do prazer imediato em troca do trabalho duro, enquanto algumas preferem sempre sair mais cedo do escritório ou desistem de planejar o negócio e saem atropelando etapas para vê-lo funcionando de vez, mesmo que isso acarrete fracasso. O autocontrole influencia, e muito, na hora de desenvolver habilidades ou iniciar um negócio.

 

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!