Comércio Varejista

Fala, especialista!

07/07/2020

Diversidade racial: sua empresa está preparada?

Se o seu negócio ainda não desenvolveu um programa de diversidade, confira a entrevista e saiba a importância de dar esse passo. Ouça detalhes no podcast.

Entre maio e junho de 2020, protestos contra o racismo foram realizados em diversos países do globo. No Brasil, o estopim foi a morte do menino João Pedro, de 14 anos, em uma operação policial em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, em 18 de maio. Dias depois, George Floyd, um homem negro, foi morto por um policial branco em Minneapolis, nos Estados Unidos. Apesar de emblemáticos, esses casos não estão isolados, não são recentes e encontram-se no extremo de um quadro de discriminação racial que atinge a população negra também no ambiente corporativo.

Muitas empresas se manifestaram nas redes sociais, mas nem todas tiveram uma boa recepção do público. A consultora especialista em equidade de raça, inclusão e diversidade, Luanny Faustino, da CKZ Diversidade - empresa focada em tornar o ambiente corporativo mais diverso e inclusivo -, explica que as manifestações recentes ampliaram o debate sobre o racismo ser um problema estrutural. Além disso, o debate mostrou às empresas que a neutralidade pode ser prejudicial à imagem da marca.


“Nos erros de marketing que temos visto devido à ascensão das redes sociais, provavelmente não havia uma pessoa negra no time dizendo “isso não conversa comigo”Para sanar isso, você precisa ter representantes dos pilares da diversidade na sua cadeia”, explica a especialista.


  Confira o podcast com a entrevista completa da consultora especialista em equidade de raça Luanny Faustino.

  • Descubra quais ações tomar para garantir uma diversidade efetiva - tanto na comunicação da empresa quanto no ambiente corporativo.

 Leia também o artigo completo e saiba mais sobre como:

  • repensar a desigualdade no mercado de trabalho
  • ir além do conteúdo das redes sociais
  • adotar uma comunicação mais empática à diversidade



Podcast