Turismo

Relatórios de inteligência

27/05/2020

NEGÓCIOS NA CRISE | Plataformas digitais de hospedagem

Confira um guia completo para anunciar nas principais ferramentas para hotéis e aluguel de temporada do mercado brasileiro.

O costume de comprar e vender na internet caiu no gosto dos brasileiros – e os números foram especialmente animadores no último ano. De acordo com a 40ª edição da pesquisa Webshoppers, o primeiro semestre de 2019 teve um crescimento expressivo em relação ao mesmo período de 2018. Com a pandemia da Covid-19, o e-commerce brasileiro ganhou um novo impulso: de acordo com o Compre&Confie, o comércio eletrônico no Brasil faturou R$ 9,4 bilhões apenas no mês de abril de 2020 – aumento de 81% em relação ao mesmo período em 2019.

O turismo também já sente os efeitos dessa onda de compras online: canais de venda indireta, como Agências de Turismo Online (OTAs) e outros intermediários com distribuição eletrônica, aumentaram sua participação na venda de pernoites, somando 45% do total em 2018, contra 28% em 2015. Como resultado, diminuiu o número de hóspedes que fazem reservas diretamente com hotéis – de 72% em 2015 para 55% em 2018 -, demonstrando uma nova preferência do consumidor.

Entretanto, com a chegada do novo coronavírus no Brasil e as medidas de distanciamento social em muitos estados, esses bons números começaram a mudar. Mas a crise ocasionada pela Covid-19 também pode trazer novas oportunidades para o setor: a necessidade de evitar contato com funcionários e a facilidade do autoatendimento favorecem a transformação digital dos negócios relacionados ao turismo. 

Além disso, com o retorno das atividades comerciais e turísticas, é comum que ainda haja receio por parte dos consumidores em arriscar-se em atividades que exijam aproximação entre as pessoas. Desse modo, as plataformas digitais são uma forma de manter empresas de hospedagem preparadas para o retorno dos clientes.

Confira neste guia sobre plataformas digitais:

  OTA x gig economy

  O que diz a legislação brasileira

  Como se cadastrar nas principais plataformas:

  • Airbnb
  • Booking,com
  • Expedia
  • Hostelword
  • E muitas outras