Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar
imagem padrao - Três estratégias para fortalecer líderes internos

20170927_Blog

Dentro das organizações existe uma abundância em talentos de liderança, que por muitas vezes, são dispensados no lugar da contratação de um líder externo. Cultivar essas capacidades internamente é uma tarefa desafiadora, mas que vale a pena.
Cada vez mais as empresas oportunizam o auto aperfeiçoamento para recrutar novos colaboradores, mas a estratégia de desenvolver talentos internos não costuma ser utilizada.
As empresas devem se perguntar se estão preparando líderes que precisam para agora ou se são necessários para amanhã e depois também? Por isso a estratégia número um é:

  1. Transforme os líderes antes que eles acordem

Começar pelo fim, segundo a Liderança Internacional, é a regra. Em vez de deixar as coisas acontecerem com o tempo, você pode construir o futuro, fomentando-o agora. O que normalmente ocorre nas organizações é a promoção de algum funcionário para um cargo de direção sem haver destaque gerencial, apenas pela função operacional. Essa atitude pode refletir na frustração do recém-chegado ao novo cargo, pois por não possuir habilidades-chaves para liderar, dificilmente atendem às expectativas dos executivos. Isso ocorre justamente por não haver intenção para o desenvolver. O melhor caminho é preparar os futuros líderes para que estejam preparados para avançar na carreira.
• Faça testes: em casos de férias e períodos pré-determinado de ocupação, designe funções temporárias de liderança à algum colaborador. Parece um risco que a empresa corre deixando grandes responsabilidades nas mãos de alguém que não possui autoridade formal, porém os resultados podem ser mais positivos do que o esperado.

  1. Aposte no talento de todos

Como não há uma maneira de prever o futuro ou, de forma mística, escolher somente aqueles que farão história e investir neles dentro das organizações, acredita e invista em todos. O que pode ser feito é uma diferenciação de quantidade de recursos para cada colaborador, mas nunca deixe um funcionário estagnado ou por conta própria. Ofereça experiências no local de trabalho para todos.

  1. Imersão é o melhor treinamento de liderança

Fugindo das salas de aula de aprendizado, inserir pessoas em contextos totalmente novos, faz com que sejam forçadas a reagir – na hora – contra um grande obstáculo ou adversário. A partir disso, avaliações podem ser feitas encontrando as falhas e acertos. Os resultados costumam se diferenciar muito das formas de treinamentos tradicionais.

“As organizações precisam aprender a assumir riscos inteligentes visando o crescimento das pessoas. O desafio é o seguinte: você está disposto a investir esses recursos?”, diz Bernard Banks, professor clínico de administração e decano associado de desenvolvimento de liderança na Kellogg School.

O mundo dos negócios requer sempre muita atualização e preparo para enfrentar as mudanças propostas pelo mercado. Esteja pronto! Cadastre-se no portal do SIS e baixe relatórios e boletins de tendências de forma gratuita.

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!