Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar

Pesquisa aponta que 55% das MPEs registraram aumento ou estabilidade nas vendas motivados pela melhoria da gestão

PUBLICADO EM 4 de setembro de 2015

A cada seis meses, o Sebrae/SC lança uma pesquisa chamada Sensor das MPEs catarinenses, que é um levantamento de informações que mede o desempenho semestral dos pequenos negócios e a qualidade de gestão empresarial. A pesquisa foi realizada entre 6 e 29 de julho, referente ao período de janeiro a junho de 2015 e  envolveu 500 empresas dos setores da indústria, comércio, serviço e agronegócio de todas as regiões de Santa Catarina.

Um dos resultados da pesquisa aponta que os melhoramentos da gestão ajudaram a 55% das empresas a registrar aumento ou estabilidade nas vendas, enquanto menos da metade dos empreendimentos afirmaram que o faturamento diminuiu no primeiro semestre de 2015. “Esse número reflete o atual cenário econômico, mas os números provam que com inovação e excelência de gestão existem oportunidades de ganhos, já que 31% dos entrevistados afirmaram que o faturamento da sua empresa aumentou nesse período”, comenta o Gerente da Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae/SC,  Jackson André da Silva.

Uma alternativa encontrada pelos empresários para enfrentar o atual período econômico foi a inovação. A pesquisa registrou um aumentou de 52,6% no número de empresas que promoveram ações de inovação, como a busca por novos segmentos de produtos ou serviços.

A pesquisa ainda apontou cautela dos empresários no que diz respeito ao endividamento. O número dos que contraíram empréstimo para capital de giro no período baixou para 57%, contra 89% no semestre passado. “O atual panorama econômico, com a elevação contínua das taxas de juros leva o empresário a ter receio em contrair dívidas”, comenta Jackson.

Clique aqui para a pesquisa completa!

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!